Chinese (Simplified)EnglishFilipinoJapanesePortugueseRussianSpanishThaiVietnamese

Ômicron força Lufthansa a cortar 33 mil voos

O Grupo Lufthansa vai cancelar 33 mil voos em janeiro e fevereiro de 2022 devido a uma queda acentuada nas reservas, resultado da rápida propagação da variante ômicron da Covid-19, disse o chefe executivo da companhia, Carsten Spohr.

Além disso, Spohr disse a um jornal alemão na quinta-feira (23) que a empresa está sendo forçada a operar outros 18 mil voos “desnecessários” durante o inverno a fim de garantir slots em aeroportos europeus.

O grupo aéreo, que inclui a Swiss, Austrian Airlines, Brussels Airlines e Eurowings, está sofrendo com a falta de passageiros em alguns de seus mercados internos da Alemanha, Suíça, Áustria e Bélgica, acrescenta Spohr, visto que esses países estão atualmente vivenciando um outro aumento das infecções por coronavírus.

Fonte: Flight Global

Avalie o post

You may also like

Deixe um comentário:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.