Chinese (Simplified)EnglishFilipinoJapanesePortugueseRussianSpanishThaiVietnamese

Bill Gates acredita que Covid-19 se tornará menos grave que a gripe sazonal já em 2022

Ao longo das duas últimas décadas, Bill Gates e sua ex-esposa Melinda estão engajados no trabalho de erradicação de doenças perigosas nos países em desenvolvimento pelo mundo através da sua fundação de caridade. Eles também estão trabalhando para apoiar programas de saúde e educação nos Estados Unidos da América. Recentemente, a Fundação Bill e Melinda Gates doou centenas de milhões de dólares para o desenvolvimento de vacinas contra a infecção pelo novo coronavírus e para ajudar os pobres, que são os mais vulneráveis à pandemias.

Agora, o magnata, empresário, diretor executivo, investidor, filantropo e autor americano disse acreditar que a taxa de mortalidade do Covid-19 provavelmente diminuirá com taxas de incidência menores do que a da gripe sazonal até o verão de 2022. A declaração foi feita ontem, 5ª feira ( 18.nov.2021 ), durante o ‘Bloomberg New Economy Forum 2021’, em Singapura.

Gates destacou que o desenvolvimento da imunidade natural, a vacinação e o surgimento dos novos medicamentos orais que aumentam [ a imunidade ] de uma forma que os anticorpos nunca fizeram levarão à uma queda acentuada na mortalidade, no próximo verão [ dos EUA ].

O que poderia atrapalhar este cenário seria o surgimento de novas cepas, mas – embora não possa ser completamente descartado – o aparecimento de variantes mais perigosas é bastante improvável, segundo estimativas. Contudo, mesmo que ocorra, a situação poderá ser contornada com a distribuição de vacinas. Gates espera que o problema de fornecimento dos imunizantes limitados pela logística e pela demanda seja resolvido também em 2022.

-“Em algumas nações africanas, tão afetadas pela pandemia como em outras partes do mundo, a demanda por vacinas continua sendo um desafio até agora, mas a comunidade internacional somará esforços para resolvê-la”-, explicou Gates.

O co-fundador da Microsoft ainda comentou que os medicamentos orais contra a Covid-19 como os produzidos pelas farmacêuticas Merck e Pfizer, deverão custar menos de US $ 8, permitindo que qualquer pessoa dos grupos de risco infectada pelo coronavírus receba tratamento imediato.

Quem também acredita no “início do fim da pandemia do novo coronavírus” já à partir do próximo ano – ao menos na ‘terra do Tio Sam’ – é Anthony Fauci, a principal autoridade sobre doenças infecciosas dos EUA. Ele disse que é “factível” que a disseminação da Covid-19 possa diminuir a ponto de se tornar endêmica no país em 2022, no lugar de uma pandemia.

Para Fauci, para se chegar ao nível endêmico, um país “precisa ter o nível de infecção tão baixo que não tenha impacto na sociedade, na sua vida, na sua economia”.

Fauci fez a declaração durante uma entrevista ao participar da conferência ‘Reuters Total Health’, que ocorreu virtualmente de 15 a 18 de novembro de 2021.
Os créditos pelas informações de Bill Gates e Anthony Fauci são, respectivamente, do site : Sputnik Japan e da Jornalista Julie Steenhuysen, da Reuters, em Nova York ( EUA ).

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 19/11/2021
_
Legenda : Bill Gates “prevê” o ‘início do fim da pandemia do novo Coronavírus’ nos EUA já no próximo ano.
Foto : ( Cortesia | Créditos : © Samuel Habtab | © AP Photo | Divulgação ).

NOTA : TODAS AS MATÉRIAS DO AUTOR SÃO DISTRIBUÍDAS GRATUITAMENTE – DIVULGAÇÃO GRATUITA – INFORMAÇÃO ESPORTIVA

Avalie o post

You may also like

Deixe um comentário:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.